Não foi num pseudo pé sujo frequentado por estudantes ou malucos de plantão. Mas numa pizzaria barateira onde matávamos nossa fome há tempos atrás…

Fui visitar uma irmã de palco como escrevi anteriormente. Vi uma turma animada prestando atenção na minha amiga, agora, ‘the teacher’. Senti uma saudade imensa de pisar no tablado sagrado. De transformar a ilusão em realidade, com as bençãos dos deuses pagãos.

Conheci uma amiga dela, uma personagem de comédia em forma de pessoa. E comemos pizza e bebemos cerveja num lugar que íamos quando éramos um grupo.

Jogamos conversa fora. Nos atualizamos com as notícias dos nossos amigos. Relembramos fatos engraçados. Rimos muito.

Me dei conta que só percebemos que somos felizes quando já não somos mais.

Veio uma nostalgia de quando só os puros nos enxergavam…

Na volta pra casa, passei num posto de gasolina e, ao invés de meus cigarros de costume, comprei um maço de mentolado.Como fazia naquela época…

Anúncios