Você ainda é minha fonte de inspiração, o Sr. Iluminado,o unicórnio inatingível, o pierrot-arlequim da colombina. Mas, eu ando tão cansada… Cansada de palavras idealizadas num universo de fantasia. Eu nem sei se, agora, quero outra inspiração pros meus escritos. Já que, só sou boa em escrever o não realizado,o não vivido. Eu ando cansada… Talvez, eu não precise de um outro muso. Talvez, o que eu deva encontrar, é alguém que não me dê motivo pra escrever…
A realidade tem uma poesia impossível de ser verdadeiramente descrita. Sempre a palavra será menor do que a vida.E eu quero ter palavras pequenas. Ou não ter mais palavras.
Mas, por enquanto, vou me contentando com o que tenho: prosa e verso.
Por enquanto,faço de você, minha inspiração.
E censor…
E finjo que você não vai ler, com a certeza de que você vai fingir que não leu. E assim seguimos em frente…
Um dia, de repente, vou acordar e, por dentro, serei apenas amiga.

Anúncios