Quando foi que deixou de ser
Um jogo de caça
De provocar e recolher?
Quando foi que se cobriu de seriedade
O insinuar e seduzir?
Quero de volta a brincadeira
Entre lances de palavras
E gestos espontâneos
Num tabuleiro invisível
De dados sem lados
E movimentos imprecisos
Avançar, recuar e desviar
Uma partida sem início,nem final
Quando o jogo ficou sério?
Quando o possível resultado
Tirou toda a diversão?

Anúncios