Odeio quando discutimos por coisas idiotas.

Mas, tenta entender o meu lado. Além de ser questionada pela razão de meu afeto e desejo (que rejeita ambos,como já sabemos), sobre eu ter me jogado em outros braços, ter que ouví-lo dizer que os tais braços seriam de alguém a quem eu repugno.

É demais até pra mim.

Talvez, seja melhor mesmo o semi silêncio. Os diálogos econômicos e diplomáticos.

E sim, eu sei que uma hora ou outra você vai ler isso. E eu quero que leia. Estou até pensando em ter mandar por e-mail pra ter certeza de que a mensagem foi recebida.

Anúncios