Hoje lembrei desses meus dois personagens que andam, há muito, abandonados. E percebi que no ‘vigília onírica’ eles não se encaixavam. Então, dei à eles uma casa própria, republiquei lá os dois textos que havia postado aqui e, de quebra, escrevi mais um. Talvez agora, com eles mais independentes, eu crie novas histórias.

Para quem quiser conhecer meus ‘filhotes’ de caráter duvidoso:

www.anaemarcos.wordpress.com

Anúncios