E eu nem sei se estou alegre ou triste. E  é uma coisa estranha, que surgiu agora, e botou lágrimas nos meu olhos. Essa coisa estranha, que, ao mesmo tempo, fez surgir uma sensação de conforto, de estar acolhida…

Tem horas, como agora, que nem sei o que sinto…

E daí que veio uma tristeza preguiçosa e me pegou de supetão? O que guardo aqui dentro, que é quente e suave, que distribuo do meu jeito torto pra algumas pessoas, que distribuo do  meu jeito torto pra vida, hoje, me manteve protegida. Me deu alento…

São esses pedacinhos nossos que doamos, às vezes, sem nem perceber que doamos, que nos preenchem.

Foi um melancolia boba, indolente. Mas não, em hipótese alguma foi um vazio.

E a Colombina, espanta com o calorzinho que tem por dentro, o frio do fim de inverno…

Essa Colombina é bem esquisita mesmo, não é?

Acho que nisso, até o Pierrot – Arlequim, concorda…

Anúncios