eu já ouvi tanto “não” seu.
então, por que, eu continuo insistindo?

deve ser culpa dessa esperança idiota, que sussurra aqui dentro, que da próxima vez pode ser um “sim”.

tem alguma maneira de silenciar essa esperança vã?

.

.

.e já nem sei se você, ao menos, ainda fala comigo…

 


Anúncios