Se enquanto em vigília, mantenho a mente distante da inspiração que precisa ser abandonada. Basta a liberdade ilimitada do onírico, para que surja sem convite.

Como faço para evitar que você invada meus sonhos? Ou, ao menos, para  que não me recorde que esteve em meu descanso?

Anúncios