algum álcool
e o prenúncio de lágrimas
no caminho para casa

tentar colar caquinhos
e faltar pequenos pedaços
que se perderam
em algum ponto do caminho

logo eu, que já tinha a solidão
como conhecida companheira
fico agora, tentando ocupar um lugar
que você criou
e nunca ocupou

e então, esqueço
promessas decididas
e divulgadas
e escrevo de novo, derrotada
“você”…

mas eu sei que isso vai passar… tem que passar… nem suas bochechas rosadas poderão impedir o tempo de agir…

Anúncios