Hoje, eu vi em fotos grandes, na tela do computador, o que a TV , os jornais, a internet e tudo mais noticiavam. Vi em close, através de lentes, a tragédia de uma cidade, que algum dia, foi meu lar. Vi, com meus olhos já se enchendo de lágrimas, estampada nos olhos marcados por sangue de uma criança, a dor de perder tudo.  E a cada imagem, eu só era familiar às legendas em língua estrangeira, aos nomes de bairros que já visitei e de outros que  faziam parte do meu caminho diário de infância. Mas não reconheci as paisagens. Não porque falha a memória. Nem porque houve mudanças durante todo esse tempo que estou distante da geografia do meu passado. Mas, porque não se reconhece a destruição. E é só isso que vi nas fotografias: lama, destroços, morte e desolação.

Tanto tempo evitando uma visita nostálgica ao meu passado, e agora, nem sei se há algo que eu possa visitar…

Um céu turvo derramou sua ira
E a cidade se cobriu de lama
Uma onda vermelha
Que engoliu o que tocou

http://www.boston.com/bigpicture/2011/01/landslides_in_brazil.htm

acho que os olhos vermelhos da menina, dizem mais do que eu possa expressar.

Anúncios