Apenas o silêncio ruidoso do ar condicionado do vizinho, a imobilidade dos móveis e a luminescência diminuta do stand by dos eletrônicos, compõe esse vazio da madrugada. Stand by: em reserva. Energia gasta na espera. Controle nas mãos e, com um sinal, a espera acaba. Vai ver, é por isso esse meu cansaço. Tanta energia desperdiçada, numa espera vã. Como se eu fosse um equipamento esquecido num canto, juntando poeira. Sempre à espera. Um eterno stand by

Preciso descobrir, como ativo, a função auto-on

Anúncios