Tags

Na madrugada garoenta, a Colombina fuma seu cigarro, ao som de um silêncio que ecoa feito grito em fortaleza sem aberturas.

Lá fora uma poeirinha líquida e cinza cai lentamente.

No cinzeiro, essa poeira cinza e fina da ponta do cigarro.

No peito da Colombina, um vazio coberto de cinzas…

Será que o coração da Colombina, esteja onde ele estiver,também está desbotado?

Será que o coração da Colombina, esteja onde ele estiver, também está em greyscale?

 

 

E pensar, que em algum momento, eu acreditei que poderia te conquistar…

E pensar, que em algum momento, eu acreditei, que depois do não, eu conseguiria te esquecer…

Espero que você tenha sorte maior que a minha.Que quando sinta algo, igual ou parecido,ao que eu sinto por você, que seja correspondido.Ou então, que esqueça, sem perder o coração pelo caminho…

Anúncios