Tags

Para um certo Pierrot, a Colombina, com carinho, abre um grande espaço em seu coração-camafeu. Pacientemente espera, que haja, também para ela, um quadradinho no imenso xadrez do aconchegante coração desse Pierrot.

Como sempre, na história dessa Colombina, o carnaval não depende dela. Só o Pierrot pode anunciar o início da folia.

Ai, Colombina boba! Porque não percebeu logo quem era quem nesse enredo?

Ai, Pierrot Xadrez! Que esse meu ‘ai’ é um suspiro doce, como os sorrisos que tenho para ti…

Por quem será que bate seu coração de flanela?

Anúncios