Resolvi largar de mão
Não é que questão de desistir
Como antes já escrevi
Mas não posso te proteger
Se você prefere se iludir
Com quem só te quer
Pra se vingar de mim
Vá em frente
Resolvi largar de mão
Como também já deixei registrado
Não entro em competição
Em assuntos do coração
Se vê encanto e se contenta
Em ser objeto de revanche
Vá em frente
Aproveite
Mas tome cuidado
Porque não sei consertar
Coração ferido e usado
Quando o próprio dono
Que se deixa ser magoado
Larguei de mão
Ainda com afeto no peito
E com tristeza pelo que pode vir
Não é que questão de desistir
Como antes já escrevi
Mas não posso te proteger
Se você prefere se iludir
Resolvi largar de mão…

assim, tento resguardar meu coração…
 

Anúncios