(Me desculpe, se te deixo sem graça, mas é tudo verdade.)

De repente, você chega de mansinho na minha vida e eu me perco (ou será que me encontro?) nos seus olhos. E me ilumino com seu sorriso. Me encanto com suas histórias. Feito criança, te entrego minha mão e me deixo guiar. Me desmancho com sua voz. Acho um lar nos seus braços e brisa suave no seu perfume. Me aqueço com sua pele. Me alimento dos seus beijos. Arrepio com seu toque. E estremeço sob seu corpo…
Você é o anjo que eu não resisto em velar o sono. E adormeço embalada pelo vai e vem gostoso do seu peito, no ritmo da sua respiração. Para acordar depois de sonhos lindos e sentir você do meu lado. Perceber, que os sonhos são reais…

Anúncios