Meu grande amor,

Nesta noite quente, que na verdade é madrugada, meu coração se aperta pensando na temporária despedida. Mas, ao mesmo tempo se alegra, ao saber que é breve a partida. E que, nem a distância de relógios e lonjuras, que parecerão maiores do que são por conta das lentes da saudade, poderão diminuir o que faz feliz os nossos corações.

Nesta véspera da sua eventual partida, guardo comigo os seus olhos que contém um céu de estrelas. Guardo o seu sorriso solar. Seu rosto lindo. Sua constelação de pintas. Seu cabelo entre os meus dedos. A sua voz animada em conversa. A sua risada. Guardo o som do seu sono. Seus abraços e beijos. O seu gosto. O seu cheiro. O toque de suas mãos. As texturas e temperaturas do seu corpo. Seu ombro, meu travesseiro mágico que me traz doces sonhos.

Guardo comigo as suas ideias e ideais. Suas músicas e filmes. Livros e desenhos. Só não guardo comigo, na sua ausência, os seus  fantasmas da TV, porque me assustam, quando não estou sob a sua proteção. Guardo as suas fotos antigas. Seus mapas e futuros destinos. Guardo um verde pinheiro e o desejo que os pássaros se tornem visitantes habituais.

Guardo, ainda mais bem guardado, o que você é, que de tão bom e especial, não se consegue explicar. Guardo tudo isso e acrescento os melhores e maiores sentimentos, que como fermento em período de descanso, só fazem crescer.

Guardo e aguardo ansiosa o seu retorno.

E te envio o meu coração…

Anúncios