E depois da distância vem o reencontro. E os instantes de proximidade em que o amor toma a forma dos pequenos gestos. Porque mais do que nas ações grandiosas, ou nas declarações espetaculares, o amor reside nos pequenos atos, nessas pequenas jóias do cotidiano, que só quem ama é capaz de perceber e dar valor.
O amor se revela na simplicidade. Num aceno radiante da janela, nos beijos de olá e nos que vêm depois. No abraço que ficou guardado por dias e que na hora que acontece, para desapertar o coração, faz os braços apertarem bem apertado. No botar os assuntos em dia e se encher de alegria a cada novidade, a cada alegria vivida pelo outro. No rir, rir muito, rir junto. No cantar desafinado (meu caso) enquanto o amado consegue ser a coisa mais linda e tímida do mundo, tocando afinado algum instrumento e cantando baixinho.  Reside em ser meio criança e não esquecer como brincar.  Reside no admirar o outro em seus afazeres sem que ele perceba. No admirar e admirar. E ficar admirada por não saber como alguém consegue ser naturalmente incrível. No compartilhar um chopp na mesa do bar, ou uma coca-cola na pia da cozinha. No compartilhar o mesmo copo, o mesmo prato, o mesmo gargalo. Compartilhar as felicidades e as atribulações.  E comemorar junto cada vitória, não pelo ganho, mas por saber que foi desejada e batalhada e, principalmente, pelo seu significado para o outro. Comemorar junto cada brotinho verde que surge no pinheiro. E torcer com esperança para que os pássaros nos visitem.
Reside no ser o conforto e o descanso para o outro. E, no outro, poder encontrar conforto e descansar. No beijo sonolento de boa noite e no beijo ainda meio adormecido de bom dia. E no que ocorre entre um e outro.
No desejar o corpo do outro no seu corpo até que não haja limites entre ambos, até que ocorra uma combustão dos sentidos. No dar e receber prazer.
E o amor reside nos recados e telefonemas. Nos olhares e silêncios. O amor reside também nos instantes em que não há movimento algum. E, ainda assim, quem ama, é capaz de perceber a maravilha de seus gestos…

Anúncios