E tem horas que o melhor a fazer é guardar as palavras, deixar que os sentimentos se revelem apenas nos atos e gestos. Ou, só pronunciá-las no ouvido de quem as inspira.
Sei que, às vezes, o amor precisa ser gritado a plenos pulmões ou escrito em letras garrafais.
Mas, na maioria das vezes, devemos deixar que o amor seja dito em sussurro ou na forma de sinais que só os que se amam reconhecem.
E que, ele possa sempre ser sentido. E, como coisa que se sente, em silêncio, o amor seja percebido, no peito e no olhar…
E que, ele possa sempre ser vivido. E, como coisa que se vive, no dia a dia, o amor seja vivenciado, em tudo que se faz…

E eu te amo tanto…

E você me faz tão feliz.

E eu quero tanto te fazer feliz.

E, às vezes, o amor precisa ser gritado a plenos pulmões ou escrito em letras garrafais…

Anúncios