É mais
Mas não é demais
É do tamanho que deve ter
Cabe no entardecer
Numa noite de luar
E num universo que não para de crescer

É mais
Mas não é demais
Tem o tempo que deve ter
Cabe em milhões de vidas
Na história do mundo
E se estenderá até a última estrela morrer

É mais
Mas não é demais
É da intensidade que deve ter
Como uma flor se abrindo
Ou mil vulcões em erupção
O Big Bang ou asas de borboleta a bater

É mais
Mas não é demais
É como deve ser
Sem tirar nem por
Como quer meu coração
Assim, é o meu amor por você

É mais
Mas não é demais…

Anúncios